Próxima abertura de um espaço de exposição e venda de automóveis, camiões e carrinhas

Estamos a acabar de preparar uma fantástico espaço para exposição e venda de camiões e automóveis em S. Román de Bembibre, na autoestrada A-6 Madrid-Corunha, nos arredores de Ponferrada, que irá facilitar o acesso à nossa vasta oferta de veículos graças à sua localização e proximidade.

Nos nossos esforços por dar o melhor serviço y oferecer as maiores facilidades para alugar ou comprar o seu próximo automóvel, camião ou carrinha, em breve será possível visitar sem compromisso a nossa nova exposição de veículos. Estaremos mais perto, dado que este novo espaço se encontra diretamente na autoestrada A-6, saída 371, em direção à Corunha, e saída 372, em direção à Madrid. Além disso, como sempre, também pode vir às nossas instalações centrais no Polígono Industrial El Bayo (Cubillos del Sil – León), onde para nós será um prazer atendê-lo.

A Colevi oferece uma vasta gama de camiões, novos e usados, designadamente da marca DAF, e automóveis e carrinhas em segunda mão, totalmente revistos e com garantias. Temos também automóveis de gama alta, todo-o-terreno e clássicos de ocasião, pelo qual é muito fácil que connosco encontre o veículo que procura.

A nossa vontade de ofertar mais e melhores produtos e serviço faz com que agora abramos esta nova exposição de veículos acessível e ao alcance de todos. Esperamos a sua visita.


História de camiões DAF (2ª parte)

A Colevi possui uma muito variada oferta de camiões DAF, porque esta é a nossa marca de referência. Continuaremos com a apaixonante história do maior fabricante de camiões da Europa.

Como dizíamos, a partir de 1957 a história dos camiões DAF esteve cheia de transcendentais inovações tecnológicas. No final da década de 1950, lançaram uma nova gama de chassis para camiões com capacidade para mais de 10 toneladas, única na altura, e os primeiros DAF com turbo, mas talvez o mais chamativo então, para a marca de camiões referência do mercado, foi o lançamento de veículos particulares.

Na década de 1960, destaca-se a chegada da série 2000 da DAF, conhecida também como a “mãe do transporte rodoviário internacional”, que estabeleceu um antes e um depois no que diz respeito ao conforto para o motorista, a incluir o beliche na cabina. Entre 1963 e 1965, a DAF foi lançando diferentes chassis, muito inovadores, como o primeiro tandem 6×4, o chassi para betoneiras, o chassis com capot, etc. chegando em 1964 à produção de 50.000 unidades de chassis para camiões.

No ano de 1970, reforma-se Win Van Doorne, irmão do fundador da DAF, como sabemos. Na altura a DAF era já uma marca consolidada, líder por segmentos e no seu próprio mercado, continuando um caminho cheio de contribuições ao setor do transporte rodoviário. 1978 é o ano do 50.º aniversário da constituição da DAF Trucks, e será também o do falecimento de Win Van Doorne, e, um ano depois, Hub Van Doorne, o seu irmão e fundador da marca, também falece. Em finais da década de 1970, a DAF deixa de fabricar reboques para se dedicar à conceção e fabrico de camiões médios e pesados (cabeças tratoras).
Foto © DAF Trucks.


 

Vantagens dos cartões de combustível

Os melhores cartões de combustível permitem o pagamento em estações de serviço de forma confortável, e, além disso, oferecem importantes descontos e a tranquilidade de pagar com segurança. Hoje, pode dizer-se que são praticamente imprescindíveis para a vida diária e para os negócios. Tanto para os profissionais do transporte, com camiões, carrinhas, etc., como para a utilização particular do empresário ou do trabalhador autónomo, estes cartões oferecem importantes benefícios. A utilização mais habitual dos cartões é o pagamento do consumo de carburante, ainda que também podem ser utilizados para contratar serviços ou comprar nas lojas das próprias estações de serviço, com todas as vantagens que isto implica. Além disso, facilitam o pagamento, único ou parcelado, a faturação e o controlo de consumos na empresa.

Antes de tudo, devem ser examinadas as necessidades ou os hábitos que temos para saber qual é o cartão mais conveniente para nós, pelos descontos, facilidades ou versatilidade, ou pela utilização que lhes vamos dar, e, posteriormente, confrontar essa análise com as características próprias de cada cartão. Após termos uma ideia clara, será mais fácil escolher, ainda que, seja como for, estes cartões têm sempre vantagens que as tornam muito interessantes.

Na Colevi, oferecemos diferentes tipos de cartão, válidos em Portugal ou Espanha, ou em toda a Europa, para preencher as necessidades do cliente. Entre outras, os diferentes cartões Valcarce ou os cartões EDC e Esso. Nesta ligação podemos ver os seus detalhes. Se desejarem contactar-nos para um melhor assessoramento, sem compromisso, sempre serão bem-vindos aqui para lhes oferecer a melhor solução.


 

Camião DAF 1932

História de camiões DAF (1ª parte)

Na Colevi gostamos dos camiões DAF, e é por isso que temos uma vasta gama de camiões novos e usados desta marca. Hoje, falaremos aqui um bocadinho da história do maior fabricante de camiões da Europa.

Em 1928, Hub Van Doorne, com o financiamento de 10.000 florins de Huenges (proprietário da fábrica de cerveja e de gelo Coolen), constitui a sua própria empresa de maquinaria e oficina de reparações para navios do Canal de Eindhoven (Países Baixos) e também para a empresa Philips. Por volta de 1932, une-se-lhe o seu irmão, Wim van Doorne, e a empresa reorienta-se para o fabrico de reboques, construindo o seu primeiro reboque ligeiro, um grande avanço para a época. Nascera “Van Doorne’s Aanhangwagen Fabriek N.V.” (DAF). Nos anos seguintes desenvolveram diversas estruturas de reboques absolutamente revolucionárias, inclusive inovações como um sistema de acoplamento automático para semirreboques. Em 1935, Hub Van Doorne colabora com o capitão de artilharia do exército holandês Van der Trappen para criar a estrutura TRADO, conseguindo converter o eixo traseiro motriz em dois eixos de acionamento duplo, e que é instalado em grande quantidade de veículos militares 4×2.

Em 1949, construem os seus dois primeiros chassis para camiões, o A-30 e o A-50, de 3 e 5 toneladas, respetivamente. Esses veículos constituíram a base para reboques com controlo dianteiro ou, o que é o mesmo, de cabina sobre motor, e caracterizavam-se por ter uma grelha de sete faixas cromadas. No ano seguinte, em 1950 abrem uma nova fábrica de camiões DAF que permitiu aumentar a produção até 12 camiões por semana. Nessa década de 1950, para além de veículos comerciais, continuaram também a sua colaboração com o exército, para o qual fabricaram camiões 4×4 e 6×4. Em 1957, abrem uma fábrica de motores DAF com capacidade para produzir quatro motores por hora. Nesse mesmo ano construem o primeiro camião, até à altura, com eixo traseiro para até 10 toneladas. As inovações e avanços dos anos posteriores na DAF foram constantes.
Foto © DAF Trucks.


 

Comprar camiões usados

Questões fundamentais no momento de comprar camiões usados

Muitas empresas e profissionais do transporte buscam comprar os seus camiões em segunda mão com todas as garantias. Para ajudá-los, resumimos aqui os principais aspetos a ter em conta no momento de adquirir o seu veículo de ocasião. Desse modo, será possível trabalhar com as melhores condições possíveis a partir do primeiro dia.

Para começar, deve ser escolhido o camião mais indicado para o trabalho a executar com ele. Na Colevi, assessoramos profissionalmente nesse sentido, graças à nossa experiência e conhecimento do mercado.

Depois, quando vamos comprar o camião usado que queremos, é conveniente rever as principais questões que nos oferecem uma visão completa do estado do veículo e das suas possibilidades, em virtude das necessidades que temos. As referidas questões podem ser resumidos em:

  • Aspeto: estado da carroçaria (chapa e pintura), vidros, faróis, embelezadores, etc.
  • Uso e estado dos pneumáticos: desenho do piso ou impressão.
  • No que diz respeito à mecânica, os níveis de óleo (verificando também que a vareta não tenha outros resíduos), que o motor não expulse gases (com o camião ligado) e o nível de líquido refrigerante, são revisões fundamentais.
  • No interior da cabina do veículo, devemos verificar que tudo se encontre em bom estado.
  • Por último, testar o veículo em funcionamento, atendendo também a se há ruídos estranhos durante a marcha; é um teste definitivo no momento de comprar o nosso camião em segunda mão.

Na Colevi, para além de adorar recebê-los, iremos atendê-los para os assessorar de maneira profissional, porque conhecemos muito bem o setor do transporte graças à nossa experiência e preparação.