História de camiões DAF (2ª parte)

A Colevi possui uma muito variada oferta de camiões DAF, porque esta é a nossa marca de referência. Continuaremos com a apaixonante história do maior fabricante de camiões da Europa.

Como dizíamos, a partir de 1957 a história dos camiões DAF esteve cheia de transcendentais inovações tecnológicas. No final da década de 1950, lançaram uma nova gama de chassis para camiões com capacidade para mais de 10 toneladas, única na altura, e os primeiros DAF com turbo, mas talvez o mais chamativo então, para a marca de camiões referência do mercado, foi o lançamento de veículos particulares.

Na década de 1960, destaca-se a chegada da série 2000 da DAF, conhecida também como a “mãe do transporte rodoviário internacional”, que estabeleceu um antes e um depois no que diz respeito ao conforto para o motorista, a incluir o beliche na cabina. Entre 1963 e 1965, a DAF foi lançando diferentes chassis, muito inovadores, como o primeiro tandem 6×4, o chassi para betoneiras, o chassis com capot, etc. chegando em 1964 à produção de 50.000 unidades de chassis para camiões.

No ano de 1970, reforma-se Win Van Doorne, irmão do fundador da DAF, como sabemos. Na altura a DAF era já uma marca consolidada, líder por segmentos e no seu próprio mercado, continuando um caminho cheio de contribuições ao setor do transporte rodoviário. 1978 é o ano do 50.º aniversário da constituição da DAF Trucks, e será também o do falecimento de Win Van Doorne, e, um ano depois, Hub Van Doorne, o seu irmão e fundador da marca, também falece. Em finais da década de 1970, a DAF deixa de fabricar reboques para se dedicar à conceção e fabrico de camiões médios e pesados (cabeças tratoras).
Foto © DAF Trucks.